Aviação agrícola ganha quarta piloto de turboélice

A piloto mato-grossense Maria Aparecida dos Santos se tornou nesta semana a quarta brasileira habilitada para comandar aeronaves agrícolas turboélices, a terceira em aviões Air Tractor. Piloto agrícola desde 2012. Ele fez o curso de transição do motor a pistão para turbina em duas etapas, no interior paulista. A primeira parte com instrução teórica e uso de simulador na Aeroglobo Aeronaves, representante Air Tractor em Butucatu. Em seguida, ela encarou uma etapa prática com aeronave de duplo comando da Pachu Aviação Agrícola, em Olímpia.

A primeira piloto de turboélice agrícola foi Laura Lima, em 2018, no curso de transição de motor a pistão para turbo da Pachu, em parceria com a DP Aviação. No mesmo ano, a mineira Juliana Torchetti Coppick fez o seu curso de transição para aeronave de motor a pistão para turboélice na fábrica da Thrush Aircraft, no Estado norte-americano da Georgia. Foi também a primeira piloto agrícola a trabalhar na atividade nos Estados Unidos (e segue atuando por lá).

Em março deste ano, foi da gaúcha Joelize Friedrichs também concluir o curso de transição para aeronave turboélice na Pachu. Em seguida, ela fez também o curso de piloto de combate a incêndios e se tornou, em agosto, a primeira mulher a comandar a aeronave agrícola nesse tipo de operação.

* com informações do Sindag

 Da redação com o Agrolink

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *