Após queda, exportações de carne bovina voltam a crescer e batem recorde em agosto

Em queda por três meses consecutivos, as exportações brasileiras de carne bovina retomaram fôlego em agosto, com crescimento de 11% em volume e 56% em receita, segundo levantamento divulgado no último sábado (04/9) pela Associação Brasileira de Frigoríficos com base nas informações do Ministério da Economia.

Ao todo, o setor contabilizou o embarque de 211,85 mil toneladas de carne bovina in natura e processada no último mês, ultrapassando a marca de 200 mil toneladas pela primeira vez desde o início da série histórica mantida pelo governo.

Segundo avaliação da entidade, “o país se beneficiou da diminuição da oferta no mercado internacional proporcionada pela redução das exportações argentinas, devido a política de combate à inflação local, e da Austrália, onde o rebanho ainda não se recuperou de sucessivas perdas devido a secas e enchentes”.

No acumulado do ano, o Brasil exportou 1.283.641 toneladas com receita de US$ 6,26 bilhões – o que representa um volume praticamente estável em relação ao mesmo período do ano passado, mas com um faturamento 15% maior.

Em relação aos principais clientes internacionais do setor, a Abrafrigo destaca que a China e Hong Kong continuam sendo o principal destino da carne bovina brasileira, respondendo por 59% da receita e volume exportado.

Os Estados Unidos mantêm a segunda posição entre os 20 maiores importadores do produto brasileiro, registrando um crescimento de 92,7% nas importações do produto brasileiro este ano, com 66,5 mil toneladas.

Da redação com a Globo Rural

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *