Criptomoeda do agro será distribuída de graça

A criptomoeda brasileira que visa impulsionar o desenvolvimento da agricultura familiar no país irá realizar um airdrop em que serão distribuídos gratuitamente R$ 130.000 em tokens. Para participar dessa “jogada” do Cultecoin (CULTE), os interessados devem entrar no grupo do Cultecoin no Telegram e seguir no Twitter e retweetar a postagem fixada em que o airdrop é anunciado marcando no mínimo três de seus seguidores.

Além disso, é preciso seguir o perfil da Culte, empresa responsável pela emissão da criptomoeda, no Instagram, curtir a foto de divulgação do airdrop e marcar três de seus seguidores nos comentários da postagem. Por último, é necessário preencher o formulário informando seus dados pessoais e um endereço ativo na rede Binance Smart Chain para recebimento dos tokens.

Na rede social, a empresa frisa que não é sorteio. “A ideia é possibilitar a conexão entre o produtor e empresas que estão precisando das mercadorias – como agroindústrias, cooperativas, hospitais, hotéis, restaurantes e outros estabelecimentos que necessitam de grandes volumes – para uma compra maior”, comenta Cláudio Rugeri, CEO da Culte.

Segundo Rugeri, as criptomoedas e a tecnologia blochchain podem desempenhar um papel fundamental na democratização das oportunidades de mercado para os pequenos produtores. “Precisamos impulsionar o agronegócio familiar brasileiro. O sistema bancário tradicional não é capaz de suprir com recursos financeiros subsidiados e tecnológicos de maneira abrangente e no período adequado”, completa o especialista.

Segundo o Cointelegrap, a conexão entre a indústria de criptomoedas e o agronegócio teve um crescimento expressivo em 2021.

 Da redação com o Agrolink

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *