MT deve ter queda de 65% na produção de girassol

Caminhando para o final da colheita, Mato Grosso deve ter uma redução de 65% na produção de girassol na safra 2020/2021. A previsão foi feita no mais recente boletim da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), que estimou a produção mato-grossense do grão em 13,2 mil toneladas. Segundo a Conab, o Estado, que já foi o maior produtor nacional, tem destinado cada vez menos áreas para o girassol. Parte disso acontece pela “forte concorrência” com o milho de segunda safra. Nesta temporada, Mato Grosso destinou uma área de 25,2 mil hectares para o girassol, 66% a menos que no ano anterior.

Por outro lado, o Estado tem registrado bons números de produtividade, segundo a Conab. Nesta safra, a média é de 1.550 quilos por hectare, 2,9% a mais que na última temporada, e a autarquia ressalta que, este ano, “a qualidade do grão é considerada excelente”.

“O preço pago ao produtor, nesse momento, é de R$ 120 a saca de 60 quilos para o produto convencional, e a produção se encontra praticamente toda comercializada, de forma antecipada”, apontou ainda a Conab.

A colheita do girassol já estava finalizada em 95% da área plantada até o final de julho. A previsão da Conab é que os trabalhos sejam concluídos este mês.

*Só Notícias.

 Da redação com o Agrolink

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *